Mangueira para Gás – Entenda a importância de escolher a ideal

Escolher a mangueira para gás correta não é importante apenas para a segurança da sua instalação, como também pode reduzir os seus gastos.

Muitas pessoas podem não se atentar para o modelo correto para cada situação na hora de escolher esse equipamento.

No entanto, é fundamental conhecer as diferentes propriedades desta peça, para escolher a alternativa mais segura e indicada.

Por isso, nós preparamos um guia especial com tudo que você precisa saber sobre mangueira para gás, além de dicas para escolher a melhor opção. Acompanhe a leitura para descobrir!

Mangueiras para gás não são todas iguais

Antes de mais nada, é essencial ressaltar que as mangueiras para gás não são todas iguais. 

Existem diversos modelos, cada um indicado para diferentes circunstâncias. Isso porque uma série de fatores podem influenciar no desempenho da peça, como:

  • Posição da mangueira;
  • Instalação do recipiente de gás;
  • Intensidade e formas de uso;
  • Condições de pressão e temperatura.

Por isso, é fundamental se atentar para as recomendações do profissional responsável, para garantir a segurança da instalação e da utilização posterior.

Uma das situações mais comuns é a busca de mangueira para gás de cozinha, onde as pessoas costumam não procurar as diferenças entre cada peça.

No entanto, mesmo no dia a dia é importante conhecer cada modelo e, principalmente, qual a melhor alternativa para cada caso.

Os três modelos de mangueira para gás mais populares

Quando falamos sobre mangueira para gás, existem alguns modelos mais populares. Por isso, vale a pena conhecer mais sobre eles, e suas características. 

Confira agora:

1. Mangueira plástica

Um dos modelos mais comuns são as mangueiras plásticas, recomendadas para uso em residências.

Entretanto, é fundamental utilizar essa peça apenas em instalações externas, e não atrás de equipamentos de condução.

Caso contrário, corre o risco de esquentar, causando danos ao local de instalação e aumentando situações de risco.

Além disso, é importante ressaltar que esse tipo de mangueira para gás só pode ser utilizado para Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), com baixo nível de pressão. Por exemplo, na condução de gás de botijões para o fogão.

2. Mangueira de borracha

A mangueira de borracha também é um modelo comum, embora não seja a peça mais indicada.

Isso porque seu material, a borracha, pode ressecar com o tempo, durante o contato com o gás. Esse desgaste aumenta o risco de fissuras e, eventualmente, vazamentos de gás.

Dessa forma, é recomendável analisar outras alternativas acessíveis, mesmo na manipulação de gás de cozinha, por exemplo.

3. Mangueira Flexível para gás

Por fim, um modelo que está se popularizando no mercado é a mangueira para gás flexível.

Essa peça possui alta durabilidade, podendo chegar a 5 anos, diminuindo a necessidade de trocas ou manutenções adicionais.

Além disso, ela possui um tubo interno corrugado, que oferece maior flexibilidade para a passagem do gás, enquanto é revestida por uma malha externa em tomback, suportando níveis maiores de pressão.

Assim, também pode ser utilizada com Gás Natural (GN), além do GLP. 

No momento da compra, é possível encontrar diferentes modelos e conexões, o que pode fazer toda a diferença na hora da instalação.

Quais os riscos de escolher uma mangueira para gás incorreta?

Com tantos modelos disponíveis no mercado, existe a possibilidade de escolher uma opção incorreta para instalação.

No entanto, essa ocorrência pode trazer alguns riscos para a residência e para o procedimento de montagem. Confira alguns dos principais perigos:

Explosão

Mangueiras incorretas podem aumentar os riscos de explosão, por conta de fatores como:

  • Vazamentos;
  • Desgaste;
  • Má instalação ou conexão.

Uma vez que o gás começa a vazar, não sendo transportado corretamente, qualquer faísca pode ocasionar acidentes graves.

Por isso, é fundamental seguir todos os requisitos da norma ABNT NBR 14177, especialmente o item 4.10, para garantir a segurança e evitar explosões.

Vazamento de gás

Mesmo sem explosões, o vazamento de gás é prejudicial à saúde, podendo ocasionar situações como asfixia ou contaminação.

Por isso, é importante se atentar para a mangueira utilizada, se a conexão está correta e testar para ver se existe algum vazamento após a instalação.

É possível fazer esse procedimento utilizando espuma de sabão nas conexões, especialmente em residências. Caso surjam bolhas, desligue a válvula e entre em contato com um profissional.

Aumento de despesas

Além dos riscos para a saúde e para a segurança, uma mangueira para gás incorreta também pode aumentar suas despesas.

Afinal, o gás pode vazar, ou mesmo ter uma pressão menor, o que exige um tempo maior de uso. Todas essas situações aumentam a conta no fim do mês.

Enquanto isso, mangueiras de qualidade inferior ou incorretas para a instalação necessitam de troca mais rapidamente, o que traz mais despesas.

Como avaliar a melhor mangueira para gás do seu cliente?

Agora, para instaladores, é fundamental avaliar e indicar a melhor mangueira para gás de cada cliente.

Por isso, confira algumas recomendações para profissionais:

1. Entenda as condições de instalação

Cada instalação apresenta condições específicas, que podem exigir um modelo diferente de mangueira.

Assim, é fundamental avaliar a situação antes de iniciar o procedimento, e indicar a melhor alternativa para o caso.

Além disso, todos os profissionais devem seguir corretamente as instruções das normas  ABNT NBR 13103 15526, sobre instalações.

2. Saiba quais são as reais necessidades do consumidor

Além das condições de instalação, cada consumidor também possui suas próprias necessidades.

Por exemplo, uma mangueira para gás de cozinha com botijão, ou gás encanado. Espaços menores ou maiores para manusear o equipamento, além de outros utensílios próximos.

Por isso, conhecer as necessidades do cliente também ajuda a determinar a melhor mangueira, e otimizar seu uso e a segurança do processo.

3. Busque equipamentos de qualidade

Por fim, todo profissional deve priorizar equipamentos de qualidade para seus clientes.

Assim, o ideal é buscar produtos de empresas certificadas no sistema ISO 9001, com gestão de qualidade comprovada, como a Contuflex.

Isso poderá garantir peças de qualidade, diminuindo os riscos na instalação e no uso do gás.

Vale a pena a pena economizar com mangueiras para gás?

Certamente não vale a pena economizar um pouco na sua mangueira para gás, sacrificando a qualidade da peça.

Sua durabilidade poderá aumentar os riscos e as despesas futuras, como trocas desnecessárias.

Por isso, é recomendável procurar peças certificadas, de empresas com uma gestão de qualidade garantida. 

Assim, além de poder manipular o gás com maior confiança, também poderá assegurar a eficiência da mangueira no futuro.

epi-1

Não Perca!

Fique ligado em todas nossas novidades, cadastre seu email